Friday, 22 de December de 2023

Empresas expandem anúncios e e-commerces dentro das redes sociais

Número de pedidos realizados por plataformas como Instagram e Facebook cresceu 243% em 2023
Empresas expandem anúncios e e-commerces dentro das redes sociais

Utilizar plataformas como Instagram, WhatsApp, TikTok e Facebook para divulgar e vender produtos e serviços deixou de ser um diferencial e se tornou fator essencial para a sobrevivência de diversos tipos de negócios. Em 2020, pequenas e médias empresas da América Latina registraram 437 mil pedidos no e-commerce feitos diretamente pelas redes sociais. Em 2023, esse número saltou para 1,5 milhão – aumento de 243%.

Os dados são de um levantamento divulgado pela Nuvemshop, especializada em criação de lojas online. A empresa também identificou que 89% das PMEs brasileiras de e-commerce já investem em ao menos uma rede social para alavancar vendas.

Aplicativos de mensagens instantâneas são os mais utilizados (73%). Já o Instagram Shopping aparece em segundo lugar no ranking (67%).

Uma das estratégias mais adotadas para impulsionar vendas é a produção de conteúdo. Atualmente, 97% dos empreendedores criam materiais específicos para o Instagram. Facebook (71%), WhatsApp (63%) e TikTok (33%) aparecem na sequência.

Outro recurso popular e eficaz que vem crescendo entre as empresas brasileiras é a criação de anúncios nas redes sociais. Dados da Nuvemshop apontam que a maioria dos varejistas virtuais (60%) investe até R$ 1 mil por mês nesse tipo de estratégia. Deles, 67% apostam em Instagram Ads e 61% no sistema de divulgação do Facebook.