Wednesday, 15 de May de 2024

Descubra onde buscar assistência financeira em momentos de crise

700 mil micro e pequenas empresas são impactadas pelas enchentes no RS
Descubra onde buscar assistência financeira em momentos de crise

Créditos da imagem: Jefferson Bottega


As fortes chuvas no Rio Grande do Sul trazem diversos problemas para a população gaúcha e para as empresas da região. De acordo com uma pesquisa realizada pelo Sebrae RS, 700 mil micro e pequenos negócios foram impactados pelas enchentes. Segundo o estudo, o dano se dá principalmente no Vale do Taquari, na Serra Gaúcha e Região Metropolitana de Porto Alegre.

 

BNDES

Para companhias que perderam suas sedes, o BNDES conta com o BNDES Automático Emergencial – um programa de apoio à retomada da atividade econômica em municípios afetados por desastres naturais, por meio de financiamento a capital de giro isolado. 

As micro, pequenas e médias empresas localizadas em municípios de até 500 mil habitantes que tenham decretado estado de emergência ou estado de calamidade pública podem solicitar o auxílio. Os negócios incluídos são aqueles com receita operacional bruta ou renda anual até R$ 300 milhões; empresas individuais de responsabilidade limitada; empresários individuais e cooperativas.

Para requisitar a ajuda, basta a companhia ter sede e administração no País e apresentar CNPJ regularmente constituído. Os empresários que forem solicitar devem procurar uma instituição financeira credenciada ao BNDES (agente financeiro), que informará a documentação necessária, analisará a possibilidade de concessão do crédito e negociará as garantias. Após aprovada, a operação será encaminhada ao protocolo do BNDES para homologação e posterior liberação dos recursos.

 

Banrisul

Além disso, o banco gaúcho Banrisul anunciou medidas emergenciais para auxiliar empresas do estado. A instituição disponibilizará R$ 7 bilhões em linha específica de capital de giro, na Conta Única, com prazo de cinco anos para o pagamento. Negócios de todos os portes poderão utilizar este serviço, com isenção de tarifa de abertura de crédito da Conta Única por 180 dias.

Os clientes do banco que fazem parte de municípios atingidos também não pagarão: tarifa de emissão de contrato para linhas de capital de giro; seis meses no pacote de tarifas para empresas que abrirem conta corrente e 12 meses da conta corrente com credenciamento Vero; emissão/registro de boleto bancário para novos credenciados, incluindo tarifa reduzida a partir de R$ 0,30 na liquidação; e mensalidade de pacotes de tarifas e redução na taxa de juros do cheque especial para clientes com aplicações financeiras.

 

Sebrae

O Sebrae, junto com o governo federal, está com algumas medidas para auxiliar os empresários atingidos pelas enchentes. O crédito do Sebrae conta com R$ 2 bilhões no fundo para atender empreendedores gaúchos, o que possibilitará R$ 30 bilhões em empréstimos.

O governo federal também disponibilizou um montante de R$ 500 milhões no Fundo Garantidor de Investimentos (FGI) para conceder crédito de até R$ 5 bilhões a negócios, por meio do Programa Emergencial de Acesso ao Crédito. Além de um aporte de R$ 4,5 bilhões em recursos do Fundo Garantidor de Operações para permitir a liberação de R$ 30 bilhões em crédito a micro e pequenas empresas.

 

Caixa Econômica Federal

A Caixa conta com o Giro Caixa Empresarial, uma iniciativa que oferta crédito solidário com 80% de garantia para as empresas do estado. O programa ainda garante redução na taxa de juros, até 12 meses de carência na contratação e 60 meses para amortização.

 

Clique aqui e converse com a nossa equipe de especialistas, saiba como podemos auxiliar na comunicação da sua empresa neste momento desafiador.