Representatividade feminina ganha força na equipe de cinegrafistas da RBS TV | Grupo RBS
Banner Interno

Relações com Imprensa

Representatividade feminina ganha força na equipe de cinegrafistas da RBS TV

Tiemy Saito, Pam Hauber e Carol Ambros reforçam a equipe de operadores de câmera da emissora

Da esquerda para direita, Pam Hauber, Carol Ambrós e Tiemy Saito. Crédito: Leonardo Venzon

Da esquerda para direita, Pam Hauber, Carol Ambrós e Tiemy Saito. Crédito: Leonardo Venzon

Cada vez mais, a presença de mulheres ocupando espaços no jornalismo é evidente, seja nas bancadas ou nas ruas. Por trás das câmeras, o movimento não tem sido diferente. Historicamente associada exclusivamente aos homens, a função de operador de câmera conta, cada vez mais, com o olhar de mulheres que quebram paradigmas e ocupam tais postos. Na RBS TV, a mudança também é visível. Desde novembro, três novas cinegrafistas passaram a compor o time de operadores de câmera da emissora.
– Nós buscávamos quebrar essa barreira histórica de ser uma profissão predominantemente ocupada por homens e mostrar para todas as mulheres cinegrafistas do mercado que elas também podem ocupar este espaço. Esse movimento é importante para a nossa evolução enquanto área de Operações e também como empresa. Estamos satisfeitos e felizes em poder contar com profissionais qualificadas e dispostas a crescer conosco – destaca Leonardo Venzon, coordenador de Operações da RBS TV.
Tiemy Saito e Pam Hauber atuam na RBS TV Porto Alegre. Tiemy é graduada em Realização Audiovisual pela Unisinos e tem experiência, principalmente, nas funções de diretora de fotografia e operadora de câmera. Seus principais trabalhos são produções de videoclipes e curta metragens. Destaca-se, entre os mais recentes, o curta-metragem Fragmentos ao Vento.
– Saber que estou participando do processo de divulgação da informação está sendo uma experiência única e extraordinária. Ainda mais extraordinário é saber que eu, junto com minhas colegas, mulheres que trabalham criando imagens, estamos reabrindo o caminho da presença feminina no time de cinegrafistas. Espero que a nossa presença inspire a outras mulheres a conquistarem o seu espaço, buscarem o que querem e quem sabe ser nossas colegas aqui na TV – afirma Tiemy.
Colega de Tiemy em Porto Alegre, Pam é formada em Produção Audiovisual pela PUCRS e sócia-fundadora da Armazém de Conteúdo. Possui especialização em Direção de Fotografia Avançada pela Academia Internacional de Cinema de São Paulo (AIC) e tem experiência, principalmente, como produtora e diretora de fotografia. Em seu portfólio, constam trabalhos como o curta “Labirinto” e a web série “Scary Stories”.
– Quando surgiu a oportunidade de integrar o time de cinegrafistas da RBS percebi que estava diante de uma oportunidade incrível de provar o potencial, o poder e o diferencial das mulheres e do nosso olhar nesse mercado. Desde que comecei na TV me senti muito acolhida por todos, em um ambiente agradável e divertido de trabalhar. Espero poder mostrar um pouco do mundo através do meu olhar nesse novo desafio pra mim que é trabalhar com jornalismo. Que seja o início de uma bela trajetória para todas nós e que cada vez mais outras mulheres ocupem esses e todos os cargos que tiverem vontade de ocupar – deseja Pam.
Já Carol Ambros faz parte da equipe de Santa Cruz do Sul. Graduanda em Produção Editorial pela Universidade Federal de Santa Maria, atuou como operadora de câmera na TV Campus por três anos e acumulou mais de 150 reportagens realizadas. Além disso, possui experiências como fotógrafa, editora de vídeo, operadora de áudio e assistente de câmera.
– Desde o começo me senti acolhida e a cada dia fico ainda mais realizada com meu trabalho e todo o aprendizado que estou tendo na firma. O que um dia eu pensei que seria quase impossível se tornou algo real, leve e que me traz muita felicidade. É até engraçado lembrar quantas vezes falei “Um dia vou ler meu nome nos créditos da RBS”, porque hoje além de ler, eu sou e me sinto parte de algo incrível. Claro que ainda me questionam se aguento carregar o equipamento sozinha, mas eu não só aguento como também adoro! – afirma Carolina.