Parceria entre Grupo RBS, Renner e Lebes conscientiza comunidades carentes do Rio Grande do Sul para uso correto das máscaras | Grupo RBS
Banner Interno

Relações com Imprensa

Parceria entre Grupo RBS, Renner e Lebes conscientiza comunidades carentes do Rio Grande do Sul para uso correto das máscaras

Última entrega do projeto que distribuiu 200 mil máscaras para cinco cidades do Estado ocorreu nesta terça-feira (9), em Caxias do Sul

Projeto distribuiu 200 mil máscaras para cinco cidades do Rio Grande do Sul. Crédito: Mateus Bruxel.

Projeto distribuiu 200 mil máscaras para cinco cidades do Rio Grande do Sul. Crédito: Mateus Bruxel.

A entrega de máscaras nas comunidades Beltrão de Queiróz e Vila Lobos, em Caxias do Sul, nesta terça-feira (9), marcou o desfecho do projeto “Responsabilidade. Vista essa causa”. Fruto da parceria entre RBS, Renner e Lebes, a iniciativa buscou mobilizar os gaúchos a aderirem às principais recomendações para evitar a Covid-19, a partir da crença de que cada um de nós tem um papel fundamental no combate à pandemia. A distribuição de 200 mil máscaras em comunidades carentes do Estado integrou uma grande mobilização de comunicação que tem como foco principal a conscientização sobre a importância dos cuidados individuais na luta contra o novo coronavírus.

– Esse importante projeto de solidariedade foi o início de uma grande onda que uniu empresas e a comunidade pela saúde dos gaúchos. Mais do que máscaras de proteção, distribuímos educação e informação que realmente podem salvar vidas. Mas não vamos parar, precisamos seguir em frente. Pois o processo de conscientização e engajamento é um movimento contínuo, que necessita constantemente ser reforçado e ampliado para sobreviver – avalia o presidente da Lebes, Otelmo Drebes.

Por isso, desde que foi anunciado, em maio, o projeto também convidou outras empresas a se envolverem na rede de solidariedade, com o objetivo de ampliar o número de máscaras doadas. Para participar, era simples: bastava manifestar interesse a partir de um e-mail para vistaessacausa@gruporbs.com.br. As empresas Gauchafarma, Frigelar e Indústria Visual aceitaram o convite. Como resultado, 30 mil máscaras serão doadas para outras comunidades de Porto Alegre e 1,2 mil máscaras face shield, para postos de saúde de comunidades da Capital.

A mobilização contou ainda com uma campanha para conscientizar o público sobre o uso de máscaras. Com o conceito “Responsabilidade. Vista essa causa”, a importância dos cuidados individuais para o enfrentamento da doença foi reforçada em todos os veículos da RBS a partir de uma campanha publicitária com desdobramentos em jornal, TV, rádio e digital e conteúdos nas redes sociais. O assunto também tem sido valorizado diariamente em conteúdos editoriais.

– O Rio Grande do Sul vive uma situação diferenciada e que nos garantiu retomar parte da atividade econômica. Mas sabemos o quanto a postura de cada cidadão é relevante para que a gente siga avançando. Por isso, estamos investindo em conscientização. Esse é o nosso papel como empresa de comunicação e como empresa gaúcha. É hora de avançarmos juntos e queremos contribuir efetivamente nesse sentido. Que bom que encontramos parceiros que olham na mesma direção. Mais do que entregar máscaras, esse é um projeto de educação. Que não se encerra aqui – destaca o CEO da RBS, Claudio Toigo Filho.

Ao menos 47 comunicadores e jornalistas do Grupo RBS abraçaram a causa e se engajaram na campanha. A partir de posts com fotos utilizando máscaras e dicas de uso, compartilharam informações sobre cuidados para a prevenção da Covid-19 e impactaram uma base de mais de 2,9 milhões de seguidores. No digital, a comunicação do “Responsabilidade. Vista essa causa” já resultou em mais de 9,4 milhões de impactos.

– Ficamos muito felizes com o resultado do projeto, que mobilizou uma grande rede de colaboração em torno da importância sobre o uso de máscaras, contribuindo para preservar a saúde de todos e evitar a disseminação do novo coronavírus, assim como auxiliar na proteção de famílias em condições de maior vulnerabilidade. A iniciativa também ajudou a fomentar a atividade do setor têxtil no Rio Grande do Sul, o que é importante neste momento desafiador, auxiliando na manutenção de renda e empregos – diz o diretor presidente da Renner, Fabio Faccio.

Caxias do Sul é a última de cinco cidades que foram beneficiadas com o projeto. Desde o dia 22 de maio, as doações foram distribuídas também para as comunidades Valinhos e Bairro Integração, de Passo Fundo; Bom Jesus, Partenon, Cruzeiro e Restinga, de Porto Alegre; Santa Marta, de Santa Maria; e Vila Farroupilha, de Pelotas. Os municípios foram selecionados em parceria com a Central Única de Favelas do RS (CUFA), que também atuou como responsável por toda a logística de distribuição nos locais escolhidos.