Grupo RBS, Renner e Lebes se unem no combate ao coronavírus | Grupo RBS
Banner Interno

Relações com Imprensa

Grupo RBS, Renner e Lebes se unem no combate ao coronavírus

Iniciativa das três marcas gaúchas tem como objetivo conscientizar o público para o uso de máscaras e apoiar a cadeia têxtil, fragilizada pela pandemia

Grupo RBS, Renner e Lebes estão juntas para incentivar o uso correto de máscaras para evitar a contaminação pelo coronavírus. O objetivo das três grandes marcas é mobilizar os gaúchos a aderirem às máscaras, a partir da crença de que cada um de nós tem um papel fundamental no combate à pandemia e para acelerar o encerramento da crise. A iniciativa leva em conta as orientações dos órgãos oficiais, prevê ações de comunicação em todos os veículos da RBS e distribuição de máscaras em comunidades carentes do Estado.

O projeto foi pensado de forma conjunta pelos CEOs da RBS, Claudio Toigo Filho, da Renner, Fábio Faccio, e da Lebes, Otelmo Drebes. Além de aproximar as empresas das comunidades onde atuam e contribuir de forma efetiva no combate à disseminação do coronavírus, a ação busca apoiar uma parte da cadeia produtiva do Estado que está sofrendo diretamente com a crise econômica: as pequenas e médias empresas do setor têxtil.

– Acredito que a melhor forma para enfrentar essa pandemia, proteger a saúde dos gaúchos e conseguir retomar nossas rotinas da forma mais segura possível é através da educação e da solidariedade. É preciso unir forças, habilidades e expertises para levar informação a todos os cantos e conscientizar as pessoas de que cada um precisa fazer a sua parte. Todos nós: empresas, governos e comunidades. Por esta razão, a Lebes abraçou o Projeto Solidariedade com o Grupo RBS e a Renner. É preciso comprometimento de todos, um importante pilar desse grande projeto. Esperamos assim mobilizar os gaúchos e transformar o uso correto das máscaras em um hábito diário. Queremos também inspirar outras empresas para que se juntem a nós nesta grande causa – comenta Otelmo Drebes, presidente da Lojas Lebes.

No momento em que o Rio Grande do Sul vive a possibilidade de flexibilizar o isolamento social com o novo modelo em implementação no Estado, o papel de cada cidadão passa a ser ainda mais decisivo para evitar o contágio e superar a crise econômica. Por isso a escolha por comunidades carentes para a entrega de 200 mil máscaras. São locais onde falta informação e, também, recursos para a prevenção.

– Estar próxima das comunidades onde atua sempre foi um valor da RBS e de nossos acionistas. Temos apoiado com doação de mídia, a partir da cobertura editorial e em campanhas publicitárias inúmeras ações positivas de combate à doença e à crise, mas queríamos fazer algo proprietário, com nosso envolvimento direto. Cada gaúcho terá um papel fundamental a partir de agora, para que possamos evoluir. Por isso, decidimos, junto com parceiros que têm uma visão semelhante, dedicar esforços a conscientizar todos sobre a importância da prevenção – destacou o CEO da RBS, Claudio Toigo Filho.

A RBS participará da ação por meio da Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho (FMSS), marca social da companhia.

A distribuição será realizada em parceria com a CUFA em Porto Alegre, Caxias do Sul, Passo Fundo, Pelotas e Santa Maria. Mas o convite é para que outras empresas façam também parte do projeto, permitindo ampliar o número de máscaras doadas, comunidades atingidas e municípios cobertos pela iniciativa.

– Desde o início da pandemia, a Renner vem atuando em diversas frentes para preservar a saúde e o bem-estar de colaboradores, clientes, parceiros de negócio e comunidades. A situação exige diálogo, transparência e serenidade, pois todos temos que vencer um inimigo em comum, que é o coronavírus. E conseguiremos isso de forma mais rápida unindo esforços. Atuar em uma grande corrente de colaboração, como essa com a RBS e a Lebes, nos permite multiplicar resultados, otimizando os cuidados a quem mais precisa de nós neste momento. Por isso, convocamos outras empresas a se juntarem a esta rede e ficamos à disposição daqueles que queiram construir em conjunto outras alternativas de apoio – diz o diretor presidente da Lojas Renner, Fabio Faccio.

RBS, Renner e Lebes estão trabalhando em força-tarefa para organizar a logística da ação, que deve se iniciar ainda em maio.