Grupo RBS apoia o I Congresso Internacional Crack e Outras Drogas | Grupo RBS
Banner Interno

Relações com Imprensa

Grupo RBS apoia o I Congresso Internacional Crack e Outras Drogas

Conferências, painéis de debates e oficinas com especialistas mundiais abordarão o tema “Crack e outras Drogas: um debate social que se impõe”, de 7 a 9 de julho, em Porto Alegre

A Associação do Ministério Público do Rio Grande do Sul (AMP/RS) e a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs), com apoio do Grupo RBS, realizam, de 7 a 9 de julho, o  I Congresso Internacional do Crack e outras Drogas. O evento reunirá especialista da América Latina (México, Argentina, Colômbia e Brasil), representantes da mídia e da esfera governamental para debater alternativas de combate às mazelas causadas pelas drogas na sociedade. Com foco nas áreas prevenção, tratamento e redução da oferta de drogas, serão promovidas três conferências, três painéis e 16 oficinas para inscritos, no Salão de Atos da UFRGS, em Porto Alegre.

O Grupo RBS, que pelo segundo ano consecutivo levanta a bandeira contra as drogas com a campanha Crack, Nem Pensar (www.cracknempensar.com.br), participa do painel Prevenção, na quarta-feira (7) às 10h30min. A discussão terá a participação do vice-presidente Rio Grande do Sul da RBS, Geraldo Côrrea, e a mediação da comunicadora Carolina Bahia. Na sexta-feira (9), também às 10h30min, o comunicador Cláudio Brito mediará o debate do painel Redução. Na oficina Prevenção e Mídia, o gerente executivo da Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho – organização responsável pela arrecadação de recursos para entidades ligadas ao combate ao crack no Portal Social (www.portalsocial.org.br) – Alceu Nascimento, discutirá sobre o papel da mídia no alerta ao uso abusivo das drogas.

Os resultados das discussões do evento serão encaminhados para as autoridades competentes. O conjunto de proposições também será publicado em uma edição especial da Revista do Ministério Público, assim como artigos técnicos dos especialistas participantes do Congresso. A organização prevê público de 1,2 mil pessoas de 129 municípios de nove Estados brasileiros. As inscrições já estão encerradas, mas caso haja desistência, haverá novas vagas no local.

Confira a programação completa em www.conicrack.com.br

Crack, Nem Pensar e o Portal Social

Apoiada em quatro pilares de atuação — publicitário, editorial, institucional e mobilização do público interno — a campanha Crack, Nem Pensar tem o objetivo de evitar que mais pessoas experimentem a droga, impedindo o aumento do número de usuários.

Uma das novidades do segundo ano de mobilização é a adoção de projetos sociais de prevenção ao uso de drogas, especialmente o crack. Sob a coordenação da Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho (FMSS), 20 instituições do RS e SC, localizadas nas 18 regiões de atuação da RBS serão beneficiadas com até R$ 20 mil, dependendo da mobilização de suas comunidades. As doações podem ser feitas por pessoas e empresas no Portal Social (www.portalsocial.org.br). Ao completar R$ 10 mil, a FMSS dobra o valor arrecadado. No final, a mobilização poderá resultar na destinação total de até R$ 400 mil a ações preventivas.

Tags: ,